É quase uma regra em protesto “mandar” a Globo tomar no cu.

Na hora da novela, da partida de futebol, do Jornal Nacional, ninguém muda de canal. 176 mais palavras