Se há século em que se discute a liberdade de género e de expressão ligados a uma forte assunção de movimentos numa declaração perpétua de exercícios de direitos, é este que vivemos: o século XXI. 284 mais palavras